Facebook

Limpeza Hospitalar: entenda como funciona essa higienização

  • 25 de maio de 2022
  • Limpeza Hospitalar: entenda como funciona essa higienização

    A limpeza hospitalar é uma aliada da saúde e deve seguir alguns critérios para sua excelência.

    Primordialmente, ambientes de saúde tendem a ser locais que precisam de cuidados extremos para que não haja contaminação. A manutenção incorreta da limpeza desses lugares pode causar uma série de problemas para as pessoas que estão lá.

    Isso acontece porque são locais com alta proliferação de bactérias, devido à presença de doenças e contato com outras pessoas. 

    Portanto, com a pandemia, a limpeza hospitalar se tornou ainda mais fundamental. Pois, com o alto índice de contágio, a higienização se tornou ainda mais necessária e recorrente.

    Mas engana-se quem pensa que a limpeza hospitalar se assemelha com a residencial, por exemplo. 

    Não!

    A Anvisa possui um manual de orientação no que diz respeito à como deve ser feita a higienização de superfícies e materiais. Dessa forma, orienta práticas no ambiente de saúde para que não haja risco de contaminação durante a limpeza.

    Portanto, essas orientações de limpeza das áreas hospitalares se dividem em 3 partes, que o Grupo Haganá irá abordar a seguir:

    Orientações para limpeza hospitalar

    No sentido de limpeza das áreas, os critérios para higienização se dividem de acordo com o nível de prioridade, exposição e risco. Sendo assim, ficam desta forma:

    Limpeza concorrente

    Tem como principal objetivo a manutenção das principais áreas de utilização. Sendo assim, limpeza de pisos, janelas, troca de materiais essenciais, entram nessa parte.

    Além disso, a limpeza recorrente também garante o bem-estar dos que estão presentes ali, passando maior segurança.

    Limpeza terminal

    É a higienização completa e minuciosa das áreas do centro de saúde e, se necessário, a desinfecção para diminuição da população microbiana. Não é realizada diariamente, mas deve seguir uma frequência semanal ou quinzenal.

    A limpeza profunda envolve: pisos, paredes, tetos, janelas, sanitários, mobiliários, maçanetas e portas.

    Contudo, além de se dividirem nesses aspectos, também se dividem em estados.

    São eles:

    Áreas não críticas

    Áreas que não necessitam de cuidados especiais, pois os riscos de transmissão são consideravelmente baixos:

    • Área administrativa;
    • Almoxarifado;
    • Recepção;
    • Corredores;
    • Dormitórios;
    • Salas de aula;
    • Áreas externas.

    Áreas semi críticas

    São áreas onde o risco de transmissão de infecções é menor. 

    • Consultórios;
    • Banheiros.

    Porém, além de limpeza, ambientes nesses estados requerem também a desinfecção, mesmo que esporadicamente.

    Áreas críticas

    São áreas em que existe o risco acentuado de transmissão de infecções.

    • Consultórios odontológicos;
    • Ambulatórios;
    • Locais de esterilização;
    • Locais de coleta de material para exames laboratoriais;
    • Cozinha e lavanderia hospitalares.

    Dessa forma, a limpeza será feita com os materiais e produtos necessários de acordo com a necessidade e seu estado.

    Não adotar a limpeza hospitalar traz às pessoas desvantagens que a gente pode não ver, mas com certeza iremos sentir. 

    Odores ruins, doenças e ambiente desconfortável são alguns exemplos que prejudicam a convivência e integridade física das pessoas

    Por isso, o Grupo Haganá oferece serviços de limpeza hospitalar, que garantem que cada pedaço do ambiente esteja desinfectado e limpo.

    A Haganá disponibiliza profissionais treinados para a conservação e limpeza hospitalar, com cronograma de atividades pré-estabelecido, materiais de limpeza de qualidade e uma supervisão sempre presente.

    Conheça a Limpeza Hospitalar da Haganá.

    TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

    5 dicas profissionais para a limpeza do seu condomínio

    Manter a organização e a limpeza do condomínio é importante para preservar os ambientes, conservar a construção e garantir o .

    Serviços terceirizados- vale a pena investir dentro da sua empresa
    Serviços Terceirizados: motivos para investir na terceirização

    Para superar desafios e tornarem-se mais competitivas, muitas empresas apostam nos serviços terceirizados como uma forma de reduzir alguns custos .

    Facilities: conheça os serviços mais procurados

    A contratação de Serviços de Facilities se tornou mais vantajosa por inúmeros aspectos: redução de custos com seleção e treinamento .

    SOLICITE UMA PROPOSTA