Inteligência artificial na segurança do condomínio

A aplicação da inteligência artificial na segurança é a bola da vez quando se fala em tendências tecnológicas. Depois do desenvolvimento de diversos recursos que otimizam o cuidado com a segurança em condomínios e empresas, o próximo passo é ampliar a atuação dos sistemas que controlam esses dispositivos.

Mas o que é inteligência artificial?

Inteligência artificial é o desenvolvimento de sistemas que simulam a capacidade humana de adquirir conhecimento e aplicar esse conhecimento na prática. Hoje em dia está sendo aplicada de diversas formas para melhorar a experiência de clientes em mercados como telemarketing, atendimento online, educação, saúde e também na segurança.

Na prática, o sistema utiliza um dispositivo, por exemplo uma câmera, para captar informações, armazená-las e aprender com a informação armazenada, enriquecendo a experiência. É o chamado “Deep learning”. Um exemplo de aplicação que está em nosso dia a dia são os chats online com “robôs”, que conversam com o cliente como se fossem pessoas reais.

A aplicação da inteligência artificial também já chegou nas residências. A Internet das coisas invadiu as casas e hoje é possível controlar toda a sua casa com o celular.

A Internet das coisas chegou para ficar

Tão importante quanto a inteligência artificial, a internet das coisas (originalmente Internet of Things ou simplesmente IoT), é a capacidade de conectar aparelhos na internet para que recebam informações de uso e otimizem seus processos a cada dia. Por exemplo, as cidades inteligentes utilizam semáforos que informam uma central sobre o fluxo daquela avenida e, com o tempo, se adequam à necessidade daquele cruzamento para otimizar o tempo dos motoristas. É a tecnologia a favor do bem estar!

Da mesma forma que os semáforos podem “aprender”, os dispositivos de segurança também ficam mais inteligentes. Após a popularização da biometria e das câmeras com reconhecimento facial e veicular, os sistemas avançam para integrar as informações captadas no momento com os dados históricos, armazenados no sistema de vigilância. Assim, controle de acessos e monitoramento de locais com grande movimento se torna uma tarefa mais simples e até automática.

Como melhorar a segurança com a IA

Sistemas como o Sigah, por exemplo, já utilizam a inteligência artificial a favor da segurança. Com ele, os dispositivos são capazes de reconhecer a pessoa e tomar uma ação, como por exemplo, liberar a passagem para aquela pessoa que já está cadastrada. Ou então, avisar o controlador de acesso que é necessário fazer um novo cadastro.

Um sistema de segurança que utiliza inteligência artificial ainda pode ser capaz de liberar acessos específicos dentro de uma empresa, controlando o fluxo em áreas restritas e reconhecendo visitantes que já visitaram o local. Uma forma inovadora de otimizar a redução dos riscos.

Outras soluções podem ser agregadas para alcançar um nível maior de segurança: portaria remota, rondas e um treinamento constante da equipe para atualizar seus conhecimentos das ferramentas utilizadas, por exemplo.

A inteligência artificial é uma forte aliada na melhora dos serviços de segurança para condomínios, ampliando a cada dia sua capacidade de aplicação e operação. Vale a pena conhecer.

Inteligência artificial na segurança do condomínio
5 (100%) 6 votes
Publicado em: 11 de outubro de 2018

Arte por Allure e Programação DGAZ Agência de SEO